,

Ações chave para melhorar a sustentabilidade no transporte rodoviário

Em Espanha, o transporte rodoviário de mercadorias é o meio preferencial da maior parte das empresas para as suas transações. Este setor do transporte gera um alto potencial de emprego e benefícios múltiplos, principalmente a poupança em tempo e em custos. Mas apresenta, nos últimos tempos, três objetivos essenciais para garantir a sua sustentabilidade: integrar novas tecnologias, flexibilidade das entregas e apostar na sustentabilidade ambiental.

 

A importância da sustentabilidade no setor logístico é um dos novos e grandes cavalos de batalha para torná-lo menos contaminante. Em seguida, recomendamos algumas ações importantes que as empresas de transporte podem adotar para reduzir a poluição no sector:

 

  • Substituir os camiões antigos por novos. Parece óbvio, mas é o principal calcanhar de Aquiles. Os fabricantes de veículos começam a ganhar consciência para as questões ambientais e todos os dias aparecem inovações. A utilização de materiais menos pesados como os termoplásticos ou o alumínio e pneus fabricados com casca de arroz, representam poupança de combustível e uma circulação mais sustentável.

 

  • Um modo de transporte mais eficiente e tecnológico. Otimizar o controlo da frota de forma correta, agrupando as mercadorias para obter o máximo proveito de cada transporte de carga, contribui para tornar mais sustentável a deslocação.

 

  • Obter maquinaria e equipamentos que respeitem o ambiente. As empresas do setor continuam a trabalhar em I+D para melhorar a aerodinâmica dos camiões. O objetivo é reduzir as emissões, consumir menos energia e reter os gases contaminantes.

 

  • A reciclagem. A vida útil de um camião é de cerca de 10 anos, embora a maioria das peças seja distribuída em contentores, em função da sua natureza: ferro, alumínio, bronze, cobre, plástico e combustível. Este processo sustentável transformará as peças de um camião usado num novo. Para além de que estas podem ser reutilizadas na produção de asfalto, de isolantes em habitações, de parques infantis, de calçado ou de carburantes industriais de grande maquinaria.

 

Todas estas medidas permitirão reduzir os níveis de contaminação e a pegada ecológica dos transportes rodoviários de mercadorias e, assim, favorecer o bem-estar global do planeta.